Top news

Por ejemplo, esta zorra tetona sabe que su hermanito lleva mucho tiempo sin follar y ha decidido hacerle un gran regalo: una cubana con corrida.11:51 Su prima le despierta con una mamada y al verla no duda en follarla Incesto, Mamadas, Putas i..
Read more
Bauwatch - der architekturf hrer von koelnarchitektur.E foi assim que sexo mulher nua morta buceta tso taxistas gerentes empresrios garons e outros tipos de homens passaram pela minha cama todos me fazendo gozar como uma louca.Erotic black twinks cum while getting assfucked.Qualquer usurio..
Read more

Site gratuito de bate-papo safado





Eu sou da serra, moro em Gramado, eu estava passando um tempo com minha mãe que mora em Floripa e voyeur esposa piscando publica cam ocultos estava adoentada.
O puto sem-vergonha estava ali, enfiando o pau sem parar na minha bundinha, bem fundo, bem devagar, bem gostoso, e eu acariciando as bolas dele, só aproveitando, olhando pela janela enquanto curtia aquela sensação deliciosa do pênis duro ralando sem parar dentro no meu.
Então ali ficamos, ele me dedando sem parar e eu delirando sem parar curtindo aquela deliciosa estimulação anal.Perguntei pro Fábio se ele se importava, e ele respondeu com aquela voz grossa: "Claro que não, sem problema, pode acender, fica benjamim online sexo à vontade".Você teve decepções no amor?Nossa, eu fiquei todo assado depois que o Fábio passou quase 1 hora direto ralando aquele caralho inchado no meu cu apertadinho.Essa foi uma viagem inesquecível.Chupei bem devagar, saboreando bem, sentindo bem o gostinho da piroca.Ele veio com a mão e começou a me acariciar de novo, passando a mão no meu rosto, no meu cabelo, me fazendo um cafuné.Veio com a mão grande acariciar minha bunda.Arrumei uma única mala com uma meia dúzia de roupas e uma mochila nas costas com algumas coisas pra eu comer na viagem.Agora que ela está melhor eu preciso voltar por causa do trabalho." - "Hmm, entendi.Ficamos por vários, vários minutos só naquelas carícias totalmente silenciosas, na escuridão do ônibus, com beijos e chupadas no pescoço.Cara, eu estava me sentindo muito puto, nossa, tem que ser muito puto pra ter coragem de fuder dentro de um ônibus lotado.



De repente veio a mão, acariciando o meu braço.
Estava eu bem distraído, admirando a paisagem pela janela, e pensando naquela voz grossa, naquele homem que estava sentado bem ao meu lado.
Com contos eróticos divididos por categorias, Contos eroticos, conto erotico, historias veridicas, heterossexuais, lesbicas, gays, incestos, zoofilias, sadomasoquismos, orgias, teens, swings, menages, contos eroticos com umagens de sexo.
Nossa, depois de chupar aquele pau bem chupado, eu fiquei louco de tesão, senti que o meu cuzinho estava pegando fogo, louco pra experimentar aquele pênis desconhecido.Na hora eu fiquei apreensivo, pois eu imaginei que estávamos sendo observados, então dei uma olhada em volta e percebi que todos estavam dormindo, tinha gente até roncando!Logicamente, o safado não perdeu tempo.Nossa, que pauzão gostoso, eu não conseguia enxergar mas comecei a apalpar o membro e a sentir a dureza dele, a textura dele, o tamanho, a grossura, o calor dele.Ele levantou aquele braço da poltrona que fica bem entre as poltronas, deixando aquele espaço totalmente livre entre nós.Então, em alguns instantes, senti o cabeção da piroca atravessando a entradinha do meu cu e penetrando devagar, bem devagar, profundamente no meu reto.Que filho da puta!


[L_RANDNUM-10-999]
Sitemap